Entenda quais são os benefícios da cebola contra inflamação

Além do sabor marcante, que alguns gostam e outros não, o alimento também é rico em antioxidantes, que blindam o organismo de doenças e que previnem o envelhecimento precoce das células

Faz bem para a saúde: confira os benefícios da cebola contra inflamação! FOTO: Shutterstock
Por Michele Custódio - 31/01/2018

Faz bem para a saúde: confira os benefícios da cebola contra inflamação! FOTO: Shutterstock

Odiada por uns, amada por outros, a cebola é utilizada há muito tempo para dar um toque de sabor aos pratos. No entanto, nos últimos tempos, ela vem ganhando espaço como ingrediente em receitas medicinais. A razão desse sucesso em chás, sucos e xaropes é a ação de dois poderosos flavonoides presentes em sua composição, a alicina e a quercetina. Por serem antioxidantes, atuam inibindo a ação dos radicais livres, prevenindo problemas cardiovasculares, como aterosclerose e hipertensão. “Além disso, diminuem também o processo inflamatório dos vasos sanguíneos, que é o entupimento desses vasos”, explica o nutricionista Marcelo Barros. Conheça os benefícios da cebola contra inflamação e diversos outros problemas!

Quercetina

Os benefícios da cebola contra inflamação são gerados pela quercina. Essa substância age como anti-inflamatório, antialergênico, antiviral e antibiótico. E mais: é capaz de prevenir a formação de células cancerosas, mantendo suas propriedades mesmo após serem cozidas – ao contrário de muitos alimentos que têm parte de seus nutrientes perdidos depois de serem levados ao fogo.

A cebola roxa é rica em antioxidantes, ou seja, melhora a circulação e a aparência da pele. FOTO: Shutterstock

A cebola roxa é rica em antioxidantes, ou seja, melhora a circulação e a aparência da pele. FOTO: Shutterstock

Alicina

É responsável pelo odor característico da cebola e possui função antiviral, antibiótica e antifúngica. “Quando digerida, a alicina produz ácido sulfênico, um composto que reage mais rapidamente com perigosos radicais livres do que qualquer outro composto conhecido”, afirma a nutricionista Greice Caroline Baggio.

Boa para o coração

“A cebola, bem como o alho, evita também o aumento de colesterol”, afirma a nutricionista Juliana de Lucca. Por reduzirem a oxidação do colesterol, esses alimentos evitam a formação de placas de gordura nas artérias. Assim, o sangue fica livre para circular e os riscos de infarto diminuem.

Rica em nutrientes

Cálcio, fósforo, magnésio e potássio estão presentes em boa quantidade na cebola, que também contém selênio, nutriente que protege a saúde dos olhos e do coração. A cebola roxa ainda possui um nutriente bastante especial: a antocianina, que age como antioxidante, melhorando a circulação sanguínea e beneficiando a aparência da pele.

 

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Greice Caroline Baggio, Juliana de Lucca e Marcelo Barros, nutricionistas

 

LEIA TAMBÉM: