Você sabe quais são os benefícios do colágeno para o corpo?

Flacidez, fragilidade capilar e outros problemas podem ser resolvidos com o consumo dessa proteína!

Os cuidados com a alimentação são essenciais para garantir que o colágeno seja consumido e aproveitado pelo corpo.
Por Larissa Mortari - 31/01/2018

Os cuidados com a alimentação são essenciais para garantir que o colágeno seja consumido e aproveitado pelo corpo. FOTO: Reprodução

Falar em colágeno sempre nos remete ao combate a flacidez e rugas, não é mesmo? Mas, afinal, quais são os benefícios do colágeno para o corpo? Certamente que a proteína leva a uma pele lisinha e firme, mas, muito além disso, trata-se de uma importante fibra que dá sustentação ao tecido cutâneo, às cartilagens e também às demais estruturas do nosso corpo que precisam de um suporte, mas não necessariamente requerem a sustentação dos ossos. Portanto, sua ausência pode resultar em dores articulares, tendinites, fragilidade capilar, perda óssea, rugas precoce e unhas enfraquecidas.

Produção comprometida?

Presente em 25% de toda proteína do organismo humano, o colágeno é produzido naturalmente desde que nascemos e tem como função unir e sustentar as células do corpo. “A partir dos 25 anos se inicia a diminuição da produção natural pelo corpo dessa proteína e, aos 50, passa a ser de apenas 33%”, ressalta a nutróloga Ana Luisa Vilela, resultando na perda da elasticidade e firmeza da pele, que se torna mais flácida e perde a hidratação, além de aumentar a fragilidade articular e óssea.

Fatores externos, como a exposição excessiva ao sol, o cigarro, a poluição, a herança genética e as alterações hormonais, também podem comprometer o estoque dessa proteína no organismo, ou seja, são responsáveis por reduzir os já conhecidos benefícios do colágeno para o corpo. O consumo de nutrientes por meio de uma alimentação balanceada e suplementos podem dar uma força e repor a quantidade diária ideal de colágeno.

Os benefícios do colágeno para o corpo vão além de proteger a pele.

Os benefícios do colágeno para o corpo vão além de proteger a pele. FOTO: Reprodução

Alimentação em dia

Para estimular a produção de colágeno e retardar o processo de envelhecimento basta uma dieta rica em proteínas magras e ômega-3. “Além de consumir alimentos que contenham vitamina C, vitamina E, cobre, selênio, zinco e silício”, aconselha o nutricionista esportivo Gabriel Cairo Nunes. Segundo o médico Fábio Krebs, incluir carnes vermelhas magras, frango, peixes, ovos, vegetais verde-escuros, além de sementes da família das leguminosas, como feijão, grão-de-bico e lentilha, já é um ótimo começo para a renovação dessa substância.

Além de incluir esses alimentos nas refeições, ainda é possível adotar uma suplementação de colágeno em pó ou em cápsulas. “As cápsulas possuem porção reduzida de colágeno. Já a versão em pó é mais concentrada e indicada para fazer a digestão. A pessoa deve ingerir cerca de 20 cápsulas para alcançar a recomendação diária, e na versão em pó, uma colher de sobremesa já basta”, esclarece o nutricionista. A quantidade não deve passar 10g por dia e a substância deve ser consumida sob prescrição.

Consultoria Ana Luisa Vilela, nutróloga; Fábio Krebs, médico; Gabriel Cairo Nunes, nutricionista esportivo

 

LEIA TAMBÉM: