Quanto mais unidos os cômodos estiverem, melhor!

A sala ficou muito mais espaçosa, prática, charmosa e aconchegante ao ser integrada à cozinha. Aposte nos ambientes unidos!

Sala e cozinha brancas em um único cômodo unidos através de um balcão branco que divide as duas partes, do lado direito uma cozinha com armários azuis e do lado esquero um sofá cinza de frente para um painel branco com tv.
Por Diana Diniz - 19/01/2018

Foto: Sidney Doll

Na reforma deste charmoso apartamento, integrar a sala de 15m² com a cozinha foi o pedido principal do casal de moradores que queriam ambientes unidos. “Como eles gostam de receber visitas, sugerimos a demolição da parede que dividia os ambientes para que, enquanto eles cozinhassem, pudessem interagir com os convidados”, explicam as arquitetas Fatima Oliveira Cima e Thaís Margonari Bechara Sanches, da Madi Arquitetura & Design, responsáveis pelo projeto.

Estratégia

A integração da cozinha à sala não serve somente para facilitar a relação dos moradores com seus convidados, mas também para aumentar a sensação de amplitude no apartamento. “Nossa intenção era transmitir ao usuário que o apartamento é maior do que a metragem encontrada no papel. E foi exatamente essa sensação que conseguimos no resultado”, contam as arquitetas.

Ambientes unidos com uma mesa de madeira de 4 lugares ao lado do sofá cinza. Do lado esquerdo da mesa, há um espelho grande no chão com moldura de madeira.

Foto: Sidney Doll

Personalizados e unidos

A marcenaria branca da sala, que foi desenhada pelas arquitetas exclusivamente para este ambiente, ocupa de maneira funcional toda a extensão da parede. “Ela foi projetada para abrigar livros e alguns objetos de viagem que o casal gosta de trazer para casa. A escolha da cor foi proposital, já que qualquer item que fosse colocado lá teria maior destaque do que a própria estante”, ressaltam as profissionais.

Sofá cinza virado para o lado esquerdo da foto e de costas para o balcão branco que deixa o ambiente da sala e da cozinha unidos. Ao fundo, uma parede repleta de prateleiras brancas feitas de marcenaria planejada.

Foto: Sidney Doll

Um charme a mais

Os tijolinhos foram pensados para destacar as duas principais paredes que não teriam grandes intervenções. “Texturas, tijolos e pedras são uma ótima opção para valorizar e dar um diferencial para as paredes”, revelam Fatima e Thaís. A arandela foi posicionada em cima da mesa de jantar como um elemento decorativo e um ponto de iluminação indireta para jantares mais íntimos do casal.

Texto: Redação Alto Astral | Projeto: Madi Arquitetura & Design, São Paulo – SP

LEIA TAMBÉM